Top

O Rio do Perfume

Datas
Nomes*
Apelido*
Morada completa
Código Postal / CEP
Idade
Profissão
Telemóvel
Email*
Escolha uma opção*
Nº de adultos (+ nº de crianças)*
Caso viaje com amigos por favor indique com quem irá partilhar o alojamento:
Como conheceu o Rotas do Vento?*
Subscreva a newsletter:*
Comentários:
Guardar nos favoritos

Adding item to wishlist requires an account

13
7 Reviews
Sort By:RatingData

Cláudia J, Porto

Solo Traveller

Mais uma viagem que correu muito bem!
Destaco 3 momentos altamente radicais:
1º conseguir atravessar uma qualquer rua em Hanói e chegar sã e salva ao outro lado,
2º conduzir uma bicicleta em Hué,
3º andar de mota na hora de ponta.
Valeu muito a pena!!!!!

Março 1, 2019

Inês G, Sintra

Solo Traveller

Estou de volta à cidade à beira mar plantada!
Apesar do calor e de ter sido completamente picada pelos mosquitos, valeu a pena a viagem ao Vietnam.
Estive em Hanoi, Hué e Hoi An; quatro dias de caminhada na região de Mai Chau , dormindo em casa rurais e três dias de relax e kayak em Halong Bay;
As cidades são caoticas em tráfego e o simples atravessar de uma rua é uma aventura.
Os vietnamitas fazem tudo nos passeios: cozinham, comem, vendem, trabalham…
O dia começa muito cedo e não há diferença entre dia de semana e fim de semana, trabalha-se sempre de sol a sol.
São um povo com pouco, mas trabalhadores e com um sorriso maravilhoso.
Têm muitas superstições, muitos deuses, e vivem de lendas e histórias e uma das coisas que me “impressionou” foram os altares (na rua e dentrro de casa) em homenagem aos ente queridos – é interessante a reportagem sobre Hanoi publicada na National Geographic deste mês. – (isto foi em maio).
Tive algumas experiências diferentes como: experimentar carne de cão : ( , beber vinho de arroz, comer todos os dias de pauzinhos, tomar banho em China Beach, andar de bicicleta no tráfego caotico de Hué, fumar cachimbo de àgua (muito forte), em Halong Bay atravessar grutas de lanterna na mão e àgua até à cintura – estilo “os cinco e o cão”, ver em “My Son” os buracos enormes causados pelas bombas americanas, estar em Hoi An numa noite de lua cheia em que a iluminação das ruas da parte velha era feita só com as lanternas, dormir nas vilas em casa dos Thai (um dos 54 grupos etnicos existentes no Vietnam) casa feitas de pilares de madeira, châo de bambu e telhado de colmo – por acaso dava-me imenso gozo adormecer a ouvir todos aqueles sons: o vento, os bufalos, as cigarras, diferentes passáros, os porcos…-

Vale a pena!
Envio-vos algumas fotos – a selecção foi dificil.

Março 1, 2019

Benedita T, Funchal

Solo Traveller

Nunca vos disse nada da viagem ao Vietnam, mas aproveito agora para vos dizer que tudo correio muito bem. O guia era óptimo (o Lam); o país – encantador , o povo – doce; o itinerário – soft q.b.; o grupo foi impecável; adorei Halong Bay – foi idílico no final da viagem.
Ainda bem que o visitei agora, enquanto não há o grande booommm turistico, que se adivinha para os próximos tempos.
Espero em 2005 fazer outra viagem convosco.

Março 1, 2019

Maria A, Lisboa

Solo Traveller

Esta viagem foi para mim uma excelente experiência, sobretudo humana.
Os vietnamitas são muito simpáticos e puros. O contacto com os nativos foi o auge total. Nunca esquecerei a última noite na montanha em que toda a aldeia se deslocou à casa onde ficámos instalados para nos observarem. Fizémos de tudo para lhes agradar: cantámos, dançámos, fizemos teatro. Não esquecerei as expressões deles pasmados a olharem para nós como se fossemos uns “bichos” encantados.
Outro aspecto importante foi o espírito de grupo que se criou durante toda a viagem e o excelente relacionamento que tivemos com o guia principal, o Hai.

Março 1, 2019

Dorabela F, Caldas da Rainha

Solo Traveller

A paisagem é maravilhosa, o povo extremamente amigável e a comida muito boa. A organização da viagem foi perfeita, não havendo uma única falha por parte dos responsáveis.

Março 1, 2019
1
Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar por email